Rua Antônio Lacerda, 502 - Centro - Pompéu / MG

Preços sobem e confinadores devem aproveitar o mercado futuro

As indústrias que estão comprando seguem ofertando preços dentro da referência. Não há espaço para pressão de baixa em função da oferta restrita. Em São Paulo há compradores ofertando até R$144,00/@, à vista.

Desde agosto, no sentido oposto da piora do cenário econômico e, consequentemente, do consumo, os preços do boi gordo subiram, em média, 2,0%, considerando todas as praças do país, excluindo nesta análise o Rio Grande do Sul, já que as pastagens de inverno no estado aumentam a oferta de boiadas neste período do ano.

Ou seja, com a redução no volume de animais terminados em função da entressafra, a demanda fraca somente limita as altas, que seguem ocorrendo.

Ao mesmo tempo, as indústrias têm conseguido manter seus resultados. A margem do Equivalente Scot Desossa está nos mesmos patamares do ano anterior, quando a situação da economia estava melhor.

Para o confinador, há boa oportunidade no mercado futuro. No fechamento da última semana o contrato para novembro superou os R$153,00/@, a prazo.